Gerente: você confia no seu time?

Você saberia dizer qual o papel da confiança na auto-organização de times?  A auto-organização pressupõe autonomia para que o time possa tomar suas próprias decisões. Sem empoderamento (distribuição do controle) não temos essa autonomia. Muitas vezes os gerentes se queixam que seus times não são confiáveis, de como consomem o seu tempo em atividades de coordenação do time, e da falta de comprometimento em relação ao que precisa ser feito.

O que muitas vezes os gerentes não visualizam é que, para que haja comprometimento, as pessoas precisam ter a oportunidade de confrontar seus pontos de vista. Todos devem sentir que o trabalho a ser realizado é realmente o melhor caminho a ser seguido, mesmo que esse caminho seja diferente das nossas visões individuais. Esse confronto somente é possível quando as pessoas não tem receio de se expor, mesmo que estejam equivocadas. Exposição essa que somente acontece em um ambiente onde exista confiança. Para que exista essa confiança, as pessoas não devem ter medo de mostrar suas vulnerabilidades.

Quando um gerente não confia no time, ele impede um confronto saudável de ideias, impactando o comprometimento, prejudicando o empoderamento dos times e portanto sua auto-organização.

Os times são capazes de se auto-organizar e isso demanda empoderamento, autorização e confiança da gestão. Durante o curso de Management 3.0 geralmente discutimos como fazer para que a auto-organização funcione. Temos uma próxima turma iniciando em Porto Alegre, no dia 17 de Março, à noite. Participem!

Deixe uma resposta