Como avaliar as nossas ações de melhoria contínua?

Na última sexta-feira realizamos uma retrospectiva com o intuito de avaliar o impacto das ações de melhoria que priorizamos ao longo dos últimos meses. O rankeamento do impacto das melhorias (de 0 a 12) nos permitiu identificar os principais fatores que diferenciaram as ações mais efetivas das menos efetivas. O resultado pode ser visto na foto a seguir:

Retrospectiva para avaliar melhoria continua

Retrospectiva para avaliar melhoria continua

Depois de algumas dinâmicas e muitas notas adesivas, chegamos a seguinte lista de fatores:

  1. Valor/benefício visualizado
  2. Postura/engajamento da equipe
  3. Organização/planejamento da ação
  4. Identificação do responsável (pessoa com tempo para acompanhar andamento da melhoria)
  5. Motivadora
  6. Considera o contexto real
  7. Simples

Muitas empresas abandonam o esforço de melhoria contínua devido a falta de engajamento. Outras acabam abandonando devido ao stress gerado pela impressão de que nunca há nada que seja satisfatório. Melhorar continuamente envolve o uso de boas práticas de gestão de pessoas e de gerenciamento de mudanças contextualizadas para o nosso ambiente de trabalho. Esta lista nos permitiu refletir sobre o impacto do que já fizemos e ponderar sobre os desafios que temos pela frente. E a sua lista, como seria?

Deixe uma resposta